Posso tentar o visto novamente? Quando Posso Tentar? Artigo de Autoria de Márcia Santos, publicado na fanpage Desenrolando Orlando

Apesar do grande número de vistos aprovados, cerca de 96%, não é difícil encontrar casos de pessoas que tiveram o visto recusado. São diversos os fatores para que levem alguém a ter o seu visto negado, como, por exemplo, a falta de comprovações para os dados informados no preenchimento do formulário – DS 160, falta de documentos, contradições nos dados e até perda de prazos.
Quando isso ocorrer, a primeira coisa a ser feita é procurar analisar os motivos, normalmente na hora da entrevista o próprio entrevistador já informa se o visto foi aprovado ou negado, então mantenha a calma e procure saber o motivo da negativa. Checar se há alguma informação dada incorretamente ou se faltou algum documento. Muitas vezes, um pequeno dado incorreto pode causar um grande transtorno. Até o excesso de nervosismo na hora da entrevista pode ser motivo para a negativa do visto.

Posso tentar o visto novamente? Quando Posso Tentar?

Sim, você poderá tentar tirar o visto de novo. Não há um intervalo de tempo específico entre a recusa e a nova tentativa. As embaixadas e consulados orientam o período de seis meses, já que este prazo é estimado pelos órgãos para que a situação do requerente possa ser modificada. Mas, se você quiser, e precisar, pode tentar antes dos seis meses.
Uma dica para os solicitantes que vão tentar o visto pela segunda ou terceira vez, é de que nunca altere seu perfil, a não ser que algo tenha sido preenchido errado ou caso ocorra realmente alguma modificação no seu status, fora essas situações se na primeira entrevista você informou que ganhava um determinado valor, não altere estas informações, pois quando você for fazer entrevistado para a nova solicitação e o agente verificar que as informações não conferem com as enviadas anteriormente, ele poderá pensar que você esta mentindo. Então procure preencher novamente os formulário com as mesmas informações anteriores, só altere mesmo no caso de erro ou de alguma mudança real na sua vida. E se ocorrerem alterações leve sempre os documentos comprobatórios.

Ter o visto negado nem sempre significa que você fez algo errado, às vezes o solicitante faz tudo certo, mas infelizmente, o agente que é a autoridade no momento acaba negando o visto sem mesmo ter um motivo claro para isso. Uma prova disso é de que a maioria dos solicitantes que não conseguem o visto na primeira tentativa acabam tendo o visto concedido na segunda solicitação.

Há pessoas que dizem que se você mudar para outro estado ou município ajuda na hora de conseguir um novo visto, mas não há dados ou constatações que comprovem isso, uma vez que todo o processo é informatizado, ou seja, as informações do solicitante ficam em uma rede não acredito que isso faça diferença, em qualquer lugar aparecerá a mesma informação. Talvez as pessoas acreditem nisso por conta de regiões menores os entrevistadores atenderem menos pessoas, causando assim um menor desgaste neles e supostamente maior boa vontade. As regras e leis de cada país para autorizar a entrada de imigrantes são claras e objetivas, então serão cumpridas, independentemente do estado ou município em que o solicitante esteja.
Mesmo assim, a melhor forma para não ser surpreendido e ter o visto negado é seguir as orientações e manter sempre a calma na hora da entrevista.

A Section 214(b) é a famosa cartinha que é entregue para todo os que têm o visto negado. A carta explica que o turista, de acordo com as leis de imigração não está momentaneamente qualificado para entrar nos EUA. Não são dadas outras justificativas para a recusa do visto além da falta de documentos. Assim, o viajante simplesmente tem que reiniciar todo o processo, a partir do preenchimento do formulário DS-160 (www.usvisa-info.com).

Em alguns poucos casos, o consulado entende que a solicitação do visto necessita de um processamento administrativo adicional – é como se a avaliação tivesse que ser refeita. Para esse processo a resposta oficial é a carta 221(g), que relaciona a documentação faltante. Assim se faz necessário providenciar os papéis no prazo de até um ano após da recusa do visto (mas o pedido pode ser imediato, se for o caso virá determinado na carta). Neste caso, o solicitante está isento do pagamento de uma nova taxa.

Fonte: Dicas da Fan Page Desenrolando Orlando por Márcia Santos

Confira também : Aprenda a viajar de graça usando milhas Aéreas e Como Planejar seu dia a dia nos Parques da Disney