Mudar o destino, pesquisar promoções, comparar preços e deixar as 5 estrelas de lado são algumas das dicas do KAYAK para que os brasileiros não deixem de viajar mesmo com dólar alto.

O dólar tem alcançado valores que não eram vistos há mais de 10 anos e já ultrapassou até os R$ 3,50. Mas isso não quer dizer que as pessoas estão deixando de viajar ou que precisam deixar de fazer planos para tal. Segundo a pesquisa divulgada pelo Ministério do Turismo “Sondagem do Consumidor”, a busca dos brasileiros por destinos nacionais cresceu de 67,8% em fevereiro de 2014 para 73,2% este ano, alternativa que os viajantes estão buscando para driblar a alta da moeda americana.

Mas quem já tem a viagem aos Estados Unidos planejada e não vai mudar de ideia, há formas de economizar. Pensando nisso, o KAYAK, líder global em pesquisas de viagens online, dá algumas dicas que podem ajudar os viajantes, independente do destino escolhido:Airport

• Use os comparadores de preços de viagens para pesquisar passagens aéreas, hospedagens e até aluguéis de carros, pois em questão de segundos é possível ter acesso aos valores disponíveis nas agências de viagens e companhias aéreas de todo o Brasil.

• Comece a pensar em sua viagem com três meses de antecedência e crie alertas que informam quando os preços das passagens caem.

• Use a ferramenta do KAYAK “Tendência de Preço*”, disponível gratuitamente no site. Ela aponta se aquele é o momento certo para comprar a passagem ou se vale a pena esperar alguns dias porque o preço pode cair. Basta pesquisar por um voo no KAYAK e, na página de resultados, conferir o gráfico no canto superior esquerdo.kayak android explore

• Se o destino já foi definido, o período ideal para comprar as passagens aéreas é de 54 a 62 dias antes da data planejada, porque o preço costuma ser mais baixo e, muitas vezes, as companhias costumam fazer promoção.

• Procure por hospedagens mais baratas, diminua o período de estadia, se alimente em lugares menos requintados e acompanhe as promoções das companhias aéreas.

• Para casos onde o destino não é o importante e sim a quantidade em dinheiro que você pode gastar, pesquise sua viagem pelo valor e não pela cidade. Há ferramentas no mercado que dão a opção de explorar o destino através dos mapas com preços. O KAYAK dispõe do “Explore”.

• Ficar hospedado próximo dos locais que quer conhecer ou utilizar ônibus e metrô ao invés de táxi ajudará na economia.

• Calcular o quanto pretende gastar por dia e priorizar o turismo e não as compras é uma ótima maneira de viajar e voltar com as contas em dias.

• Divida o dinheiro que tem disponível para ser gasto durante a viagem por dias. Assim não corre o risco de chegar ao fim da estadia sem reserva. Lembre-se que usar o cartão de crédito em período de alta de dólar não é uma boa opção.

* Trata-se de uma previsão baseada na análise do histórico de mudança de preços e não é uma garantia para resultados futuros de como os preços podem evoluir.

Crédito da imagem de destaque: iStock.com/Fentino