ATLANTA — A Delta deu permissão a seus funcionários aeroportuários para oferecer uma compesação de quase US$ 10 mil aos passageiros que cederem seus lugares em voo com ‘overbooking’.

A medida tomada pela Delta foi anunciada no momento em que a United Airlines luta para se recuperar das imagens que mostram um passageiro sendo arrastado e retirado à força de um voo superlotado da companhia. David Dao, o passageiro violentamente arrastado de seu assento pela polícia no voo da United, precisará de cirurgia reconstrutiva, disse seu advogado nesta sexta-feira. As informações são de agência internacional reproduzidas pelo site do jornal inglês “The Guardian”.

 

Um memorando interno ao qual a agência de notícias Associated Press teve acesso indica que os funcionários da Delta nos portões de embarqque podem oferecer compensações de até US$ 2 mil – antes este valor era de no máximo US$ 800-, enquanto os supervisores pode oferecer até US$ 9.950, um aumento bastante considerável da quantia anterior, que era de US$ 1.350.

LEIA MAIS: CEO da United Airlines muda o tom e pede desculpas a passageiro

Vídeo mostra desespero de passageiro arrastado de avião da United: ‘Preciso ir para casa’

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/delta-compensara-com-ate-us-9950-quem-ceder-lugar-em-voo-com-overbooking-21211918#ixzz4eLJCeYtd