Descubra como solicitar e receber de volta parte do dinheiro gasto em compras no exterior com o IVA

Fazer compras no exterior é uma das melhores coisas de qualquer viagem. Quem ainda não teve essa oportunidade, pode pesquisar os preços cobrados lá fora e compará-los com os que encontramos no Brasil e perceberá a diferença.

Em alguns casos, verá que gastar com as passagens para fazer um enxoval de roupas ou outros itens no exterior pode sair bem mais barato do que comprar por aqui.

E fazer compras no exterior pode ser ainda melhor, pois é possível receber parte do dinheiro gasto nas compras realizadas em alguns países ao solicitar a restituição do IVA.

Como receber parte do dinheiro gasto com o IVA?

O Imposto sobre Valor Agregado (IVA) é uma taxa cobrada pelo governo sobre as transações comerciais de alguns países e pode ser devolvida para os estrangeiros que solicitarem a restituição destes valores.

Quem deseja receber os valores do IVA precisam chegar cedo ao aeroporto e dirigir-se para o balcão de atendimento da alfândega, onde irá mostrar os produtos adquiridos em suas embalagens e com as respectivas notas fiscais. Por isso aconselhamos deixar tudo organizado antes de sair de onde está hospedado.

Se você não tiver paciência para enfrentar filas, existem empresas que podem lhe ajudar com todos estes trâmites, mas podem cobrar até 40% do total restituído.

Regras para solicitar o IVA

Recupere alguns dólares ao solicitar a restituição do IVA.

Recupere alguns dólares ao solicitar a restituição do IVA.

Estados Unidos

De todos seus estados, apenas dois reembolsam suas taxas. Enquanto no Texas o imposto é de 8% e quem deseja reaver a quantia deve preencher o formulário e receber em até 30 dias, no cheque ou cartão de crédito, na Louisiana o percentual é de apenas 4%.

No estado do Oregon, não existe a possibilidade de solicitar a devolução, mas estrangeiros podem comprar ser precisar acrescentar o imposto sobre o valor da etiqueta.

Canadá

Um dos melhores países nesse quesito, o Canadá pode devolver de 7% a 15% do valor de produtos de consumo duráveis, além de reembolsar parte do imposto pago sobre a hospedagem, desde que o período tenha sido inferior a um mês.

Para receber a restituição do ICA é necessário gastar mais de 200 dólares canadenses, apresentar os produtos e notas fiscais à alfândega e enviar os documentos para o Canadá Customs and Revenue Agency.

Reino Unido

Os turistas que quiserem podem aproveitar do Retail Export Scheme e reaver cerca de 10% do valor de suas compras, mas nem todas as lojas oferecem este benefício ou outras exigem um valor mínimo consumido.

Este reembolso é feito no cartão de crédito ou cheque, mas algumas empresas devolvem o valor em dinheiro em postos nos aeroportos.

França

A França aceita solicitações de reembolso do IVA de 16% para compras a partir de 175 euros gastos em uma única loja, em um único dia.

Para aproveitar deste benefício, precisa solicitar o formulário de “Venda para Exportação”, com três vias, que deverá ser preenchida e entregue na alfândega na sua saída da União Européia para receber o valor em cheque ou cartão.

Espanha

Os turistas que visitam a Espanha podem conseguir 13,8% de devolução sobre os 16% de impostos cobrados sobre as compras, contudo é necessário gastar mais de 90 euros em uma única loja.

Argentina

A devolução do IVA para quem visita a Argentina é realizada apenas nas compras superiores a 70 pesos em uma única loja, gastos em produtos fabricados no país, e que dão ao turista o direito de receber de volta 16% dos 21% das taxas. Esta loja deverá dar o cheque de devolução, que precisará ser entregue na alfândega.

Japão

O Japão é um dos países mais práticos para receber o IVA, pois muitas lojas de departamentos possuem um guichê onde os turistas podem recuperar 5% dos impostos sobre roupas e eletrônicos. Basta apresentar o recibo comprovando os gastos acima de 10 mil ienes. Nas lojas com anúncios do Dutty Free o desconto é dado no caixa, após a apresentação do passaporte.